Monumento ao Centenário da Imigração Japonesa em Santos

Monumento ao Centenário da Imigração Japonesa em Santos

A exemplo da bandeira japonesa, em que o círculo vermelho que representa o sol se destaca sobre fundo branco, o vermelho da escultura de Tomie Othake, em homenagem ao Centenário da Imigração, é ressaltado pelo contraste com o azul-esverdeado do mar.

Sob a garoa típica dos municípios paulistas, o príncipe Naruhito participou da inauguração do monumento, na plataforma do emissário de Santos, no dia 21 de junho (Sábado), depois de saudado pelo prefeito João Paulo Papa: ” É um símbolo de que brasileiros e japoneses fizeram desta nação um exemplo de harmonia e igualdade entre os povos. Representa a amizade, o respeito, o afeto e as boas-vindas a todas as raças, que sempre terão em Santos um porto seguro”, disse Papa. 

Chegando a Santos por volta das 10h30, o herdeiro do trono do Japão também visitou outros pontos significativos para a comunidade nipônica local. Sua presença foi o ponto alto dos festejos do centenário, encerrando a programação iniciada há um ano. 

Naruhito ficou honrado ao saber da origem de Tomie, nascida em Kyoto, no Japão. Ela compareceu à solenidade em companhia dos filhos, Ricardo, presidente do Instituto Tomie Othake, e Ruy, arquiteto que assina o projeto do parque que está sendo construído na plataforma do emissário, o ‘Ondas 21′. De acordo com Ruy Othake, que ouviu o diálogo entre a mãe e o príncipe, o herdeiro do trono se disse contente ao saber que uma artista japonesa que vive no Brasil havia feito a escultura. Também se surpreendeu com os 94 anos da artista, desejando que sua boa saúde continue por muito tempo.




Não há comentários

Adicione o seu