Portal o Ceucho

Melhores dicas e noticias o ceucho

Category Archives: Saúde

Plantas medicinais para os rins

As plantas medicinais são ervas que através de suas propriedades atuam no alívio dos sintomas ou até mesmo na cura de algumas doenças.

Quem nunca ouviu a receita de um chá par alguma moléstia desta vida?

Este medicamentos fitoterápicos, são encontrados nas lojas especializadas, farmácias e até mesmo em alguns supermercados.

Observe sempre a procedência e o modo de usar destas plantas. Apesar de serem naturais algumas oferecem efeitos colaterais bem perigosos a saúde se não forem administradas conforme indicação, o Aranto por exemplo é eficiente para tratar diversas doenças e sintomas, mas pode ser tóxico se a dosagem for grande.

Lembre-se também que as plantas medicinais devem ser usadas como opção alternativa.

A vantagem de se utilizar as plantas medicinais como alternativa é que suas opções são tanto de tratamento como de prevenção.

Falaremos aqui das plantas indicadas para doenças nos rins.

Existem várias ervas que são voltadas a este órgão do corpo. Pesquise sempre antes de utilizá-las pois cada doença ou sintoma tem sua indicação específica.

Diuréticos

Alfavaca e folhas do abacateiro. Ambas atuam como diurético e devem ser usadas em forma de chá. Além de diurética a alfavaca é um ótimo estimulante que propicia uma limpeza no estomago e nos intestinos. No rim ajuda a eliminar toda “areia” (através da urina) que acaba resultando na tão temida pedra dos rins.

Eliminar pedra nos rins

Apesar de ser uma alternativa bem procurada e usada, as pessoas que sofrem deste problema devem ter muito cuidado.  Os chás geralmente são indicados para expelir o cálculo renal. Os médicos alertam do perigo do uso do chá, pois se o cálculo (pedra) for de tamanho superior ao canal da uretra, pode ficar trancado na passagem. Este fato pode complicar bastante e a dor será insuportável. No caso de pedra no rins o ideal é fazer uma avaliação médica e um exame de ecografia onde poderá ser visto o tamanho do cálculo e se ele poderá ser expelido pelo canal da uretra.

Existe uma mistura de três ervas que são consideradas como uma ótima opção para estes caso: folhas de boldo (diurético), folhas de alecrim (anti-inflamatório) e flores de camomila (calmante). Além destes o quebra-pedra, folhas de amoreira negra e folha de abacateiro.

Inflamação nos rins

A inflamação mais comum dos rins é a nefrite. Deve ser tratada por médicos especializados, pois é uma doença que pode levar a hemodiálise.

Como auxiliar no tratamento você pode usar as ervas: bétula, cacau (semente), salsaparrilha bastarda, pilosela, cavalinha, salsa e gengibre.

Category Archives: Saúde

Tratamentos naturais para a queda de cabelo

A antiga marchinha de carnaval afirma que “é dos carecas que elas gostam mais”, porém só quem passa pelo problema sabe como ele pode ser desagradável.

É normal que a vaidade fique abalada quando e que a gente queira uma solução para o problema o mais rápido possível. Ninguém fica feliz perdendo uma grande quantidade de cabelo.

Afinal, por que perdemos cabelos?

Primeiramente, vale lembrar que a perda de cabelos é algo normal e uma pessoa pode perder de 150 a 200 fios de cabelo por dia. No entanto, quando essa queda é mais acentuada, o cabelo começa a ficar ralo ou encontramos falhar no couro cabeludo, é o momento de buscar tratamento.

A alopecia androgenética, também conhecida como calvície, é o problema genético que afeta os homens, levando-os a ficarem carecas.

Ela ocorre quando a testosterona, que é o hormônio masculino, atua nos folículos pilosos e faz com que os fios vão ficando mais ralos e finos ate que parem de nascer.

Tratamentos naturais para a queda de cabelos

A calvície pode ser tratada de forma a retardar ou até interromper seu processo de queda que possuem predisposição genética para isso.

Isso pode ser feito com aplicação de soluções tópicas, como loções que são aplicadas diretamente no couro cabeludo, ou com medicamentos de uso por via oral, como comprimidos e cápsulas, Hairloss Blocker é o mais famoso neste sentido.

No entanto, existe ainda a opção de usar tratamentos naturais para a queda de cabelo, que não possuem efeitos colaterais como a maioria dos medicamentos.

Então, fique sabendo que você pode usar os seguintes ingredientes para massagear o couro cabeludo:

  • Couve: faça um suco e massageie para estimular o crescimento;
  • Cebola: massageie o couro cabeludo com o suco da cebola diariamente;
  • Abacate: asse-o no forno, esmague e passe por um pano, para retirar pedaços. Aplique no couro cabeludo, deixe agir e depois enxague. Não é indicado para cabelos oleosos;
  • Limão: ajuda a combater a oleosidade e a caspa. Para isso, basta aplicar o suco do limão diretamente no couro cabeludo cerca de 3 vezes na semana, cuidando sempre o sol para não ter queimaduras.
  • Agrião: faça um suco com as folhas frescas e aplique massageando o couro cabeludo.
  • Babosa: retire a polpa da planta e use-a para massagear o couro cabeludo, fortalecendo os fios.

Já para beber, você pode usar o pepino, que é rico em enxofre e silício. Junto com suco de cenoura, alface ou espinafre, ele pode contribuir para o crescimento e fortalecimento dos fios.

Para finalizar, veja um tratamento caseiro para queda de cabelos:

Category Archives: Saúde

7 Alimentos Naturais Para Reduzir o Açúcar no Sangue

Quando os açúcares são tomados sozinhos, eles são rapidamente absorvidos pelo trato digestivo e entram na corrente sanguínea, causando um rápido aumento do açúcar no sangue, que é chamado de pico da glicose no sangue. No entanto, quando há também gorduras e proteínas no estômago, a glicose no sangue é menor porque a absorção é mais lenta, pois esses nutrientes são digeridos mais lentamente.

Com o aumento da glicose no sangue, a insulina é secretada, o que faz com que a glicose passe para a célula, de modo que ela possa ser usada como energia. Em pessoas com resistência à insulina, as células não captam a glicose, por isso permanece na corrente sanguínea, gerando um alto nível de glicose no sangue. Níveis elevados de glicose no sangue danificam os olhos, os rins, os nervos e os vasos sanguíneos.

Em pessoas sem resistência à insulina e que tomam açúcares isoladamente, há um aumento no nível de açúcar no sangue muito rápido e, portanto, um pico elevado de insulina. Isso aumenta o apetite, com o conseqüente aumento do peso se eles continuarem a comer alimentos e o risco de diabetes e doenças cardíacas.

Além disso, quando você ingere grandes quantidades de açúcar sozinho, como no caso de tomar bebidas açucaradas, o açúcar entra em muita quantidade e velocidade na corrente sanguínea. Isto tem outra consequência e é que o açúcar se torna gordo no fígado. Esta é a causa do desenvolvimento de resistência à insulina, obesidade e, como já dissemos, doenças cardíacas, diabetes tipo 2 e até mesmo cânceres.

O açúcar, quando decomposto na digestão, divide sua composição em 50% em glicose e 50% em frutose. A glicose é o que causa um pico de glicose no sangue e a frutose é a que vai para o fígado.

Hoje dietas foram ocidentalizadas, o que significa que os alimentos são adicionados à frutose, alimentos embalados.Isso nos leva a consumir muita frutose, muito mais do que devemos consumir.

Um produto alimentício industrial é o xarope de milho, é uma das alternativas à sacarose, mais doce e barata que outros produtos feitos com cana-de-açúcar.

Este produto tem uma composição muito simples, não há ligação química que o une. Portanto, não precisa de digestão, mas passa diretamente e em grande velocidade para a corrente sanguínea e para o fígado, produzindo, como dissemos anteriormente, lipogênese, ou seja, a produção de triglicérides e gorduras do colesterol.

Além disso, a frutose produz buracos no intestino, permitindo que substâncias como subprodutos de bactérias intestinais tóxicos e proteínas parcialmente digeridas para a corrente sanguínea causando células inflamação, obesidade, diabetes, cancro, doenças do coração, demência e envelhecimento acelerado.

Os carboidratos complexos são alimentos que tornam o nível de glicose no sangue baixo, portanto, o nível de insulina também será baixo. A isto devemos acrescentar que não haverá altos e baixos de glicose, isto é, que o nível de glicose no sangue sobe muito e depois desce muito rapidamente também. Esta diminuição repentina produz fadiga e fome.

Eles são carboidratos complexos, por exemplo, ervilhas, feijões, cereais integrais e vegetais.

Há também outra solução para tomar açúcares e substituí-los por outros açúcares alternativos mais saudáveis, como a estévia, o mel cru local, o melaço, o xarope de yacon ou o xarope de bordo.

Por outro lado, vamos ver alguns alimentos que baixam os níveis de açúcar no sangue e que nos ajudam a manter um coração saudável e um apetite mais estável. Esses alimentos são:

As nozes

As nozes têm uma grande quantidade de ácidos ômega-3, o que ajuda a reduzir o açúcar no sangue e a manter a insulina estável. Também melhora os vasos sanguíneos e previne doenças cardíacas, arteriosclerose e diabetes.

O abacate

Tem muita fibra e gordura, ajudando a reduzir o colesterol, uma complicação que surge em pessoas com diabetes.Tem potássio, folato, dezoito vitaminas e minerais.

Os morangos

Morangos, mirtilos ou framboesas têm muitos antioxidantes e fibras, são pobres em calorias e em glicemia. Eles são o lanche perfeito para quem tem diabetes.

Os limões

Eles têm vitaminas e antioxidantes. Eles ajudam a reduzir o impacto da glicose nos carboidratos no sangue e melhoram a digestão. Eles podem ser tomados com água antes ou durante a comida, em vegetais ou com carnes.

O alho

Também ajuda a reduzir os níveis de açúcar no sangue. É antibacteriano, anti-séptico e tem propriedades antivirais.Estimula o pâncreas a produzir mais insulina. Reduz a pressão arterial, dilata os vasos sanguíneos e ajuda na diluição do sangue, melhorando com toda essa circulação. Fortalece o sistema imunológico e órgãos vitais, como o fígado, os rins ou o pâncreas.

As nozes

Eles têm muita fibra, então ajudam a mitigar a fome. Eles também são compostos de uma gordura muito saudável para pessoas com diabetes. Recomenda-se comer pouco a cada dia, devido à grande quantidade de calorias que eles têm.

Os legumes

Eles também têm muita fibra, solúvel e insolúvel, o que ajuda a reduzir a absorção de gorduras e açúcares.

As maçãs

Um composto de maçãs é a quercetina. Em estudos na Finlândia, essa substância ajudou a reduzir as mortes em 20% dos problemas cardíacos causados ​​pelo diabetes.

A quercetina também é encontrada em cebolas, tomates e vegetais verdes.

Veja mais dicas para diminuir o nível de açúcar no sangue pelo vídeo abaixo:

Copyright © 2019 Portal o Ceucho