Chutaço coroa atuação de Vitor Belfort em São Paulo

Chutaço coroa atuação de Vitor Belfort em São Paulo

Vitor Belfort não é o mesmo de 1998. No entanto, sua atuação diante de Michael Bisping, neste sábado, pelo UFC São Paulo, remeteu à vitória sobre Wanderlei Silva, no mesmo Ginásio do Ibirapuera, pela forma marcante. Com um violento chute alto, que explodiu no rosto do inglês, o “Fenômeno” encaminhou a vitória por nocaute técnico, no segundo round.

O card principal, composto por quatro lutas, ficou dividido. Enquanto Belfort e Gabriel Napão deixaram o octógono com resultado positivo, Thiago Tavares e Sarafian perderam por nocaute e por pontos.

Fenomenal, Belfort cala a boca de Michael Bisping

Arriscando chutes, Vitor Belfort esperou o momento exato para entrar com sua esquerda pesada. Michael Bisping, por sua vez, andou para para frente tenta abrir caminho para sua direita com jabs de esquerda. O segundo round decretaria o fim do duelo. Com um chute alto, semelhante ao desferido na etapa anterior, o atleta brasileiro acerta a cabeça do oponente, que reecbe alguns golpes no chão. Festa brasileira nas arquibacadas e no octógono.

“Vá embora (Sonnen). Peço ao Lorenzo (Fertitta), ao Dana (White): deixem-me lutar com o verdadeiro campeão Jon Jones. Tirem aquele palhaço do TUF”, disparou, em inglês.

Sarafian tem ótima atuação, mas perde por pontos em estreia

Se movimentando muito bem, Daniel Sarafian começou o combate ditando o ritmo. Atacando o peito de CB Dollaway, ele minou seu gás e passou a encaixar suas combinações com precisão. As mãos do brasileiro entraram e derrubaram o finalista do TUF 7 em knockdown. Circulando o octógono, com bela movimentação de pernas, o anfitrião se apresentou bem.

Na volta do interval, Sarafian voltou controlando seus golpes impactantes e poupando o gás. Quando explodiu, conectou a direita no rosto de Dollaway e balançou mais uma vez, além de seguir minando o corpo do adversário com jabs de encontro no peito. O paulista buscou em duas oportunidades chutes plásticos, se expondo de maneira desnecessária. Nos segundos finais, Dollaway encaixou a mão e abriu caminho para um duro castigo, que o atleta paulista só resistiu pelo soar do gongo.

Sem apresentarem a mesma velocidade do início do combate, ambos trocaram golpes com franqueza no centro do octógono. No toma lá dá cá, o gringo levou a melhor, e Sarafian abaixou a guarda. CB Dollaway derrubou e montou, mas logo o brasileiro ficou em pé. Mas não por muito tempo. O norte-americano recuperou a posição, mas o rival e inverteu a posição. Porém, o gringo girou e Sarafian acabou em suas costas, em busca do mata-leão, que não veio. O equilíbrio deu o tom do duelo, que terminou com vitória por decisão dividida a favor de Dollaway. O público entoou uma vaia histórica no Ibirapuera, tornando a entrevista do vencedor inaudível.

Napão garante nova finalização contra Rothwell

Disposto a não se aventurar em pe, Gabriel Napão iniciou as ações atacando as pernas de Ben Rothwell, tentando levar seu adversário para o solo. Vendendo caro as quedas, o norte-americano resistiu. Sem conseguir a queda, o carioca encaixou boa sequência de diretos no minuto final do round. No assalto posterior, tenta a “entrada” e abre caminho para ajustar uma letal guilhotina. De volta ao UFC, Napão, que finalizou Ednaldo Lula, no Rio de Janeiro, segue rumo ao top 5 da categoria.

Invicto, Nurmagomedov atropela Thiago Tavares

Após a provocação do russo contra o Jiu-Jitsu na pesagem oficial do UFC São Paulo, o duelo acirrou a rivalidade. E Khabib Nurmagomedov foi muito feliz dentro do octógono. Após um início estudado,o russo encaixou duríssimo upper e derrubou Thiago Tavares em knockdown. Com total vantagem, o visitante disparou uma saraivada de golpes, especialmente cotoveladas, nocauteando com violência o catarinense. Dan Miragliota, árbitro central do duelo, demorou para interromper a peleja.

Com 19 vitórias e nenhuma derrota em seu cartel, Khabib, que havia vencido Gleison Tibau em sua última atuação, faz nova vítima tupiniquim. Tavares, por sua vez, perde após acumular duas vitórias consecutivas.

RESULTADOS COMPLETOS:

UFC São Paulo
Ginásio do Ibirapuera, São Paulo
Sábado, 19 de janeiro de 2013

Card principal:
- Vitor Belfort derrotou Michael Bisping por nocaute técnico no 2R;
- C.B. Dollaway derrotou Daniel Sarafian por decisão dividida;
- Gabriel Napão finalizou Ben Rothwell no 2R;
- Khabib Nurmagomedov nocauteou Thiago Tavares no 1R;

Card preliminar:
- Godofredo Pepey derrotou Miltinho Vieira por decisão dividida;
- Ronny Markes derrotou Andrew Craig por decisão unânime;
- Nik Lentz derrotou Diego Nunes por decisão unânime;
- Edson Junior derrotou Lucas Mineiro por nocaute técnico no 1R;
- Iuri Marajó e Pedro Nobre terminou em No Contest;
- Ildemar Marajó finalizou Wagner Caldeirão com uma chave de joelho no 2R;
- Francisco Massaranduba finalizou C.J. Keith com um kata-gatame no 1R.

Via




Não há comentários

Adicione o seu