Korean Zombie vs Poirier, UFC on FUEL

Korean Zombie vs Poirier, UFC on FUEL

[social_share/]

Korean Zombie vs Poirier, UFC on FUEL

O sul-coreano Chang Sun Jung não deu chances ao norte-americano Dustin Poirier. Melhor desde o início do combate, o Korean Zombie  finalizou a luta com um triângulo de mão, o que lhe garantiu os bônus de melhor luta e melhor finalização da edição (40 mil dólares para cada prêmio).

Trechos reproduzidos via TATAME

Rafael dos Anjos atropela Sharolus

O faixa-preta de Jiu-Jitsu Rafael dos Anjos mostrou, contra Kamal Sharolus, que está com a trocação em dia. Em pouco mais de um minuto de luta, o carioca conectou um chute alto que derrubou seu oponente. Rafael seguiu com o castigo e o árbitro o orientou a parar de golpear a nuca. Rafael seguiu à risca o conselho: pegou as costas e encaixou o mata-leão. Grande atuação da fera.

Johnny quebra marca e vence a primeira

O brasileiro Johnny Eduardo venceu sua primeira luta no UFC e, de quebra, quebrou a amarga marca de três meses sem vitória do Brasil na organização. Com um show de low kicks, o atleta da Nova União dominou a trocação e evitou todas as tentativas de queda de Jeff Curran, saindo vencedor por pontos.

Confira a pesagem completa do evento no vídeo abaixo:

“Zumbi” vence e agora sua mira está apontada para José Aldo

Na melhor luta da noite, Chang Sun Jung e Dustin Piorer duelaram pela vitória e, de quebra, uma possível chance de disputar o cinturão com o vencedor de José Aldo x Erik Kock (marcado para o UFC 149). No momento mais emocionante da luta, o “Zumbi Coreano” deu uma blitz no chão contra Poirier, que mostrou técnica para escapar de arm-locks, omoplatas e triângulos, no segundo assalto. No quarto round, o sul-coreano conseguiu o knockdown com um belo upper, seguido de joelhada voadora, e finalizou com um triângulo de mão. Poirier não deu os três tapinhas e acabou dormindo. “Eu quero José Aldo”, pediu o vencedor.

Maldonado faz grande luta, mas perde por pontos

O paulista Fábio Maldonado fez mais uma grande luta no UFC, levando emoção aos fãs do início ao fim, mas sofreu o segundo revés consecutivo dentro do octógono. Pior nos primeiros minutos, quando ficou por baixo no chão, Fábio impôs seu Boxe afiado em diversos momentos da luta, chegando a balançar o oponente, que trabalhava com fortes joelhadas no clinche. Maldonado pecou em não definir a luta quando teve oportunidade e acabou deixando a peleja na mão dos jurados, que viram vitória croata.

Após a luta, Dana White, presidente do UFC, disse em seu Twitter que, em sua contagem, o brasileiro venceu a peleja por dois assaltos contra um (29×28).

Carlo não rende e é dominado por Grant

Carlo Prater voltou à jaula do UFC quatro meses depois da polêmica vitória sobre Erick Silva, por desclassificação, mas não conseguiu render o esperado. Em 15 minutos de luta, Carlo foi dominado em pé, com o gringo amarrando a luta no clinche, e quando o combate foi para o solo. Grant chegou a castigar do crucifixo, no segundo assalto, e encaixar um arm-lock nos segundos finais. Por pontos, vitória unânime de TJ.

RESULTADOS COMPLETOS:

UFC on Fuel 3

Patriot Center, Estados Unidos

Terça-feira, 15 de maio de 2012 [box_light]

Card principal:

- Chang Sun Jung finalizou Dustin Piorer com um triângulo de mão a 1min07s do 4R;

- Amir Sadollah derrotou Jorge Lopez na decisão dividida dos juízes;

- Donald Cerrone derrotou Jeremy Stephens na decisão unânime dos juízes;

- Yves Jabouin derrotou Jeff Hougland na decisão unânime dos juízes;

- Igor Prokrajac derrotou Fábio Maldonado na decisão unânime dos juízes;

- Tom Lawor nocauteou Jason MacDonald a 50s do 1R;

 [/box_light] [box_dark]

Card preliminar:

- Brad Tavares derrotou Dongi Yang na decisão unânime dos juízes;

- Cody Mackenzie finalizou Marcus Levesseur com uma guilhotina a 3min05s do 1R;

- T.J Grant derrotou Carlo Prater na decisão unânime dos juízes;  

Rafael dos Anjos finalizou Kamal Shalorous com um mata-leão a 1min40s do 1R;

Johnny Eduardo derrotou Jeff Curran na decisão unânime dos juízes

- Francisco Rivera derrotou Alex Soto na decisão unânime dos juízes.

[/box_dark]

[social_share/]

 




Não há comentários

Adicione o seu