Michael Bisping ironiza atuações de Belcher e Boetsch no UFC 155

Michael Bisping ironiza atuações de Belcher e Boetsch no UFC 155

O inglês Michael Bisping é um dos melhores lutadores do UFC que sabe vender suas lutas. Polêmico, ele dispara contra possíveis adversários e desafios já confirmados, como é caso de Vitor Belfort. Mas o “Fenômeno” não foi o alvo da vez do vencedor do TUF 3.

Alan Belcher e Tim Boetsch, concorrentes peso médio do Ultimate, assim como Bisping, se apresentaram muito mal no último sábado (29), quando acabaram derrotados no UFC 155 por Yushin Okami e Costa Philippou, respectivamente. Bisping não perdeu a oportunidade e ironizou os derrotados.

“Quero que esses lutadores medianos calem suas bocas imundas sobre mim por um bom tempo. Eu teria um verdadeiro prazer em espancá-los no octógono, mas dois lutadores mal ranqueados tomaram essa glória”, disse Bisping, em entrevista ao site internacional Yahoo Sports.

Sobre a morna luta entre Okami e Belcher, que terminou com vitória do japonês por pontos, Bisping seguiu com as provocações: “Era como se alguém tivesse detonado uma bomba nuclear de tédio na arena. Todos nos assentos ao meu redor estavam jogando Angry Birds”.

Em sua última luta, Michael Bisping superou Brian Stann no UFC 152, voltando à fila de vencedores dos médios. No próximo dia 19, no ginásio do Ibirapuera, ele encara Vitor Belfort na principal atração do UFC São Paulo, e, caso vença, pode ter uma chance ao cinturão de Anderson Silva.

Via




Não há comentários

Adicione o seu