Shogun x Henderson – Vídeo exlusivo após o UFC 139

Shogun x Henderson – Vídeo exlusivo após o UFC 139

[social_share/]

Shogun x Henderson – Vídeo exlusivo após o UFC 139

Vídeo mostra Dan Henderson sendo atendido após o UFC 139. Segundo informações, Henderson perdeu muito sangue durante a luta e teve que passar por uma pequena transfusão após o combate. 

Resultado

Em uma batalha espetacular, o americano Dan Henderson derrotou o brasileiro Maurício Shogun, neste sábado, no UFC 139. Após cinco rounds em que o californiano se apresentou de forma convincente, os juízes decidiram de maneira unânime por sua vitória. Com o triunfo, Hendo se torna um dos principais candidatos ao cinturão dos pesos meio-pesados contra o vencedor da luta entre o atual campeão, Jon “Bones” Jones e o brasileiro Lyoto Machida. O confronto será no UFC 140, no dia 11 de dezembro, em Toronto, no Canadá.

- Tudo que posso dizer é que esse cara consegue aguentar muitos socos. Bati forte e ele aguentou tudo. É um guerreiro. Eu deveria ter finalizado a luta. Acho que essa pode ter sido a luta mais difícil da minha vida, e acho que mereço a chance de disputar o título da categoria – disse Dan Henderson após a luta.

O brasileiro mostrava-se decepcionado pelo resultado do combate, mas parabenizou o seu adversário pela vitória.

- Dan Henderson bateu muito forte, parabenizo-o pelo resultado. Eu tentei usar o jiu-jítsu, e talvez eu até pudesse ter vencido, mas infelizmente não foi possível – disse Shogun, com dificuldade para falar devido ao inchaço na boca decorrente dos golpes recebidos.

A Batalha

O primeiro round começou com Henderson encurralando Shogun na grade e acertando golpes seguidos no brasileiro, com uma sequência de socos e uma tentativa de guilhotina que, por pouco, não foi encaixada. Desorientado pelos golpes do americano, Shogun cadenciou a luta e ganhou tempo para se recuperar no round.

Aparentando estar melhor fisicamente, Hendo continha as entradas do brasileiro. Até que, a 1m19s do fim do assalto, Shogun acertou um bom golpe e derrubou o veterano, que conteve a reação e travou a luta até soar o gongo. Sangrando bastante no supercílio esquerdo, o ex-campeão meio-pesado parecia cansado e desgastado.

No segundo assalto, Henderson manteve o ritmo, aproveitando o desgaste do brasileiro para aplicar seguidos golpes e evitar uma recuperação de Shogun na luta. Forçando a luta na curta distância, o americano impedia que Shogun impusesse o estilo de luta que o consagrou, com golpes fortes, preparados à distância. No intervalo, o córner do americano dizia seguidamente para Henderson que Shogun “estava morto”.

Shogun aguenta castigo e se recupera

O terceiro round começou com uma sequência devastadora de golpes de Dan Henderson contra o brasileiro, praticamente forçando o árbitro Josh Rosenthal a encerrar o combate. Apesar de ser duramente castigado, Shogun resistiu e tentou uma chave de tornozelo, que por pouco não conseguiu encaixar.

Muito cansado e castigado, o curitibano resistia bravamente, recusando-se a desistir da luta. No intervalo, o árbitro pediu a entrada do médico no octógono para avaliar a condição física do brasileiro, que tinha muitos ferimentos no rosto. Após ser examinado, Shogun foi autorizado a continuar o combate.

No quarto round, Shogun tentou surpreender o americano tentando levar a luta para o chão. Mas o cansaço e o desgaste impediam de manter Henderson sob controle. Lutando com o coração, Shogun conseguiu se livrar de um crucifixo aplicado pelo americano e ficou por baixo na luta de chão. Após serem separados pelo árbitro, os dois lutadores voltaram à trocação, e Shogun acertou um golpe fortíssimo, abalando Henderson, que resistiu ao castigo e conseguiu segurar o brasileiro no chão até o fim do round.

No quinto e decisivo assalto, com os dois atletas muito cansados, o combate recomeçou com o brasileiro puxando o americano para a luta de chão, conseguindo a montada e iniciando o “ground and pound”. Mesmo cansado, Henderson conseguiu amarrar a luta e segurar o ímpeto do brasileiro.

A dois minutos do fim da luta, Shogun conseguiu novamente se livrar do americano e desferir alguns golpes, mas o desgaste era muito grande, e a força dos socos era menor que o necessário para nocautear o americano. Mesmo dominando a parte final do combate, Maurício Shogun não conseguiu nocautear o americano.

Com certeza o resultado mais justo para este combate teria sido o empate, mas também não podemos tirar o mérito de Henderson, pois afinal a vitória poderia ter sido dada a Shogun se formos analisar a pontuação dos últimos rounds, e a tristeza pelo resultado ficaria para o lado americano.

[social_share/]




Não há comentários

Adicione o seu