UFC 137 Penn vs. Diaz, O adeus de um campeão

UFC 137 Penn vs. Diaz, O adeus de um campeão

[social_share/]

UFC 137 Penn vs. Diaz, O adeus de um campeão

O momento mais aguardado do UFC 137, realizado neste sábado, nos Estados Unidos, era a luta principal, entre Nick Diaz e BJ Penn. E a alta expectativa em relação ao combate, que esquentou já na pesagem, se confirmou. Os lutadores brindaram o público com uma batalha de franca trocação, que culminou com a vitória do pupilo de Cesar Gracie. O polêmico Diaz ainda provocou o dono do cinturão dos meio-médios, Georges St. Pierre, presente na arena.

“Ele não está machucado, e sim, com medo. Onde está você, George?”, alfinetou.

Com o rosto bastante avariado, BJ surpreendeu e anunciou a aposentadoria ao ser entrevistado ainda no octógono. O ex-campeão do UFC disse não estar mais conseguindo competir em alto nível e que não quer chegar todo machucado em casa para sua filha.

Quem também deu adeus ao octógono foi Mirko “Cro Cop” Filipovic, que perdeu pela terceira vez seguida, agora para Roy Nelson, por nocaute técnico.

Único a finalizar na noite deste sábado, Donald Cerrone realizou uma apresentação digna de card principal. Na última peleja da preliminar, o caubói despachou o russo Dennis Siver com um mata-leão.

Confira a conferência de imprensa oficial do UFC 137 Penn vs. Diaz no vídeo abaixo:

Nick Diaz vence com autoridade

O principal duelo da noite teve BJ Penn tomando a iniciativa. Ambos acertaram bons golpes em pé, mas o ex-campeão do UFC conseguiu ir para as costas e castigar o oponente. Com o Jiu-Jitsu em dia, o pupilo de Cesar Gracie absorveu bem os golpes. No round seguinte, o faixa-preta da Nova União pareceu ter sentido o gás. E Diaz soube aproveitar ao tornar o adversário um alvo fixo, extremamente castigado com socos, que culminaram com o olho esquerdo de inchado. No round derradeiro, Diaz, também com o rosto avariado, prosseguiu com a estratégia e encurralou o oponente, que sofreu com um soco atrás do outro. A três minutos do fim, BJ equilibrou as ações e pareceu recuperar um pouco do fôlego, mas não o suficiente para frear o ímpeto do adversário

Cro Cop perde terceira consecutiva

Roy Nelson surpreendeu logo de início ao levar Cro Cop para o chão. No entanto, não conseguiu ser efetivo. No round seguinte, o “Big Country” acertou ótimo cruzado de direita e o croata explodiu com uma sequência de socos, em seu melhor momento na peleja. Com o nariz sangrando, Nelson, que sofreu um clássico chute alto do oponente, novamente derrubou o veterano. Nos instantes finais, o americano emplacou um crucifixo, mas o tempo se esgotou. No round derradeiro, o anfitrião foi para as costas e castigou Mirko Cro Cop até o nocaute técnico.

Cerrone emplaca sexta vitória seguida

A luta entre Donald Cerrone e Dennis Siver não passou dos três minutos. Implacável, o caubói fez o russo balançar após um chute alto. Em seguida, foi para as costas e finalizou com um mata-leão. Exibição de gala.

Palaszewski impõe primeiro nocaute desta edição

Depois de dois minutos de estudo, Bart Palaszewski não deu chances a Tyson Griffin. Acertou um soco na têmpora do adversário, que sentiu o golpe. Com socos e cotoveladas, o polonês atropelou Griffin e garantiu o primeiro nocaute da noite.

Brandon Vera passa sufoco no fim, mas vence

Brandon Vera começou o primeiro round de forma animadora, partindo para cima de Eliot Marshall. Com bons socos, chutes e joelhadas foi superior ao adversário, que tentou corresponder sem efetividade. Na etapa seguinte a peleja ficou amarrada e ambos mostraram menos ação, mas Vera foi ligeiramente superior por ficar sobre o adversário no chão. No último round, Vera levou um cruzado de direita, caiu, mas conseguiu evitar o pior. Nos minutos finais, Marshall encaixou o armlock, mas o adversário se desvencilhou e garantiu o triunfo.

Com direito a queda sensacional, Carmont supera Camozzi

Depois de um round inicial morno, Francis Carmont e Chris Camozzi voltaram para a etapa seguinte mais ligados. Com uma queda espetacular e um soco que quase nocauteou o adversário, Carmont levou vantagem e por pouco o combate não terminou. No último round, mais inteiro o francês continuou castigando até vencer na decisão unânime dos juízes.

RESULTADOS COMPLETOS:

UFC 137

Las Vegas, Estados Unidos

Sábado, 29 de outubro de 2011

Card principal:

- Nick Diaz derrotou BJ Penn na decisão unânime dos juízes;

- Cheick Kongo derrotou Matt Mitrione na decisão unânime dos juízes;

- Roy Nelson derrotou Mirko “Cro Cop” Filipovic por TKO no 3R;

- Scott Jorgensen derrotou Jeff Curran na decisão unânime dos juízes;

- Hatsu Hioki derrotou George Roop na decisão dividida dos juízes;

Card preliminar:

- Donald Cerrone finalizou Dennis Siver com um mata-leão no 1R;

- Bart Palaszewski nocauteou Tyson Griffin no 1R;

- Brandon Vera derrotou Eliot Marshall na decisão unânime dos juízes;

- Ramsey Nijem derrotou Danny Downes na decisão unânime dos juízes;

- Francis Carmont derrotou Chris Camozzi na decisão unânime dos juízes;

- Clifford Starks derrotou Dustin Jacoby na decisão unânime dos juízes.

Por Marcelo Barone, via TATAME

[social_share/]




Não há comentários

Adicione o seu