“Acho embaraçoso que Anderson Silva sente ali, na frente da TV, com um cinturão falso fingindo que é campeão.”

UFC Conferência pré-luta no Brasil Sonnen vs Silva

[social_share/]

UFC Conferência pré-luta Sonnen vs Silva

A aguardada revanche entre Anderson Silva e Chael Sonnen acontecerá dia 7 de julho, pelo UFC 148, em Las Vegas. A luta, que seria o main event do UFC Rio 3, programado para 23 de junho, deixará o Brasil e será transferida para os Estados Unidos. O anúncio oficial foi feito por Dana White, presidente da franquia, em coletiva de imprensa realizada nesta terça-feira, em um hotel na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio de Janeiro. O cartola afirmou ainda que o local da final do The Ultimate Fighter ainda não foi escolhido, mas será no Brasil e deve contar com José Aldo.

“A gente queria que a luta fosse aqui, num estádio de futebol. Tentamos São Paulo, algo no Rio, mas não deu certo. Não temos lugar para a final do TUF. Já estamos procurando lugares, há vários boatos, que não são verdadeiros. Teremos a luta do Wanderlei Silva e do Vitor Belfort, do Fabrício Werdum com o Russow, e possivelmente o José Aldo. Assim que tivermos as informações iremos disponibilizá-la”, comentou o cartola.

Anderson Silva lamentou o fato de não atuar em seu país, onde teria o apoio de milhares de compatriotas.

“Não estou feliz pois a luta não será realizada no Brasil, mas sou atleta do UFC. Não tenho só fãs aqui, tenho no mundo inteiro. Independente do local onde a luta vai acontecer, representarei o Brasil e vou fazer o trabalho para os meus fãs. Não vai mudar muita coisa”.

Acostumado a disparar pérolas contra Anderson e o povo brasileiro, Chael Sonnen não se intimidou. Ele afirmou não ter nada contra o país, e sim, contra “alguém sentado a dois lugares de mim”. O americano, que, desta vez, preferiu não trazer o cinturão que vem exibindo em coletivas nos Estados Unidos,  tentou pegar o de “Spider” na hora da encarada, mas não conseguiu. Sonnen ainda roncou ao microfone e fingiu dormir quando seu adversário respondia uma pergunta feita pelos jornalistas.

Durante a coletiva, o americano Chael Sonnen abusou de suas falácias e como de praxe tentou desdenhar das conquistas do campeão.

“Acho embaraçoso que Anderson Silva sente ali, na frente da TV, com um cinturão falso fingindo que é campeão. Ele fala do seu legado. Conquistou o cinturão contra o grande Chris Leben, defendeu seu cinturão contra o fenomenal Patrick Coté e deu show diante do fortíssimo Thales Leites. Que legado! Ele diz que eu desrespeitei sua família. Sim, eu fiz isso. E o que você vai fazer a respeito? Use a escola Ed Soares de desculpas para dizer o que terá dado errado quando eu o surrar para todo o mundo assistir. É isso o que acontecerá no dia 7 de julho”, disse o desafiante.

Na última pergunta dirigida a Chael Sonnen, o americano aproveitou para tripudiar dos irmãos Nogueira e com um disfarce com óculos, bigode e nariz postiços, mais uma abusou do seu “trash talking”.

“Eu comprei isso só pra entrar nesse país. Quando coloquei no meu rosto, todo mundo achou que eu era o (Minotauro) Nogueira. Isso aconteceu de verdade. Eu achei que era um grande nariz, óculos, que me fariam parecer com Frankestein. Mas para aqueles que querem me conhecer melhor e saber mais sobre mim, meu livro já está à venda. Se chama ‘A voz da razão’. Obrigado”, concluiu Chael.

Confira a conferência no vídeo abaixo:

[social_share/]

 




Não há comentários

Adicione o seu