UFC on FOX: Velasquez vs. Dos Santos, mais um cinturão para o Brasil

UFC on FOX: Velasquez vs. Dos Santos, mais um cinturão para o Brasil

[social_share/]

UFC on FOX: Velasquez vs. Dos Santos, mais um cinturão para o Brasil

Bem, amigos do UFC! Com narração de Galvão Bueno e comentários de Vitor Belfort, o Ultimate Fighting fez sua estreia de gala na TV Globo, com a disputa de cinturão entre Cain Velasquez e Junior Cigano. Para ficar perfeito, Cigano nocauteou em apenas um minuto.

Após um breve estudo inicial, Velasquez mostrou que sua intenção seria usar os low kicks. Relaxado, Cigano teve calma para jogar o jab e acertar um forte cruzado de direita, levando Velasquez ao chão. O brasileiro não perdoou e foi para cima, liquidando a fatura com fortes socos no ground and pound em apenas 64 segundos. Noite histórica par o Brasil, que terminou com Cigano indo às lágrimas.

“Cain Velasquez foi o meu adversário mais duro, eu estava com medo de lutar com ele porque ele é muito duro e eu não estava 100%. Eu estava com medo”, reconhece Cigano, que precisou lidar com uma lesão na mão, a mesma que usou para nocautear, além de uma dura lesão no joelho (menisco) 11 dias antes da luta, além de ter voltado a se lesionar minutos antes do combate.

“É incrível! Tenho muitos amigos em Caçador, é uma cidade pequena, mas hoje essa cidade pequena tem um campeão do mundo”, festejou o novo campeão.

Segundo Dana White, na coletiva pós-luta, a disputa de cinturão foi assistida por 60 milhões de pessoas no Brasil. “Estou famoso (risos)”, brincou Cigano.

Chateado, Velasquez não deu desculpas. “Só quero pedir desculpas aos meus amigos. Eu vou voltar, e vou retomar esse cinturão”, lamenta. “Ele tem muita força e fez o que tinha que fazer… Tiro meu chapéu para ele”.

Sua primeira defesa de cinturão no Ultimate será contra o vencedor de Alistair Overeem x Brock Lesnar, luta que acontece no UFC 140, em 30 de dezembro.

Confira a conferência de imprensa com o lutadores Cain Velasquez e Junior “Cigano” dos Santos

Conferência de imprensa com a participação dos lutadores que farão parte do card principal do UFC on FOX: Velasquez vs. Dos Santos

Momento mais esperado da pesagem: entradas de Junior dos Santos e Cain Velasquez, no final a tradicional encarada entre os dois.

Conferência de imprensa realizada após o término do evento

Henderson vence e disputa o cinturão do UFC

O duelo Ben Henderson x Clay Guida prometia ser a melhor da noite, e a dupla cumpriu dentro da jaula. Numa guerra de 15 minutos, Henderson e Guida deram um show de trocação e arte suave alternando bons e maus momentos. Melhor em grande parte da peleja, Henderson venceu na decisão unânime e ganhou a chance de disputar o título dos leves. “Frankie Edgar, nós temos um encontro”, disparou o ex-campeão do WEC. Na coletiva pós-luta, Dana White confirmou que a disputa de acontecerá em fevereiro, no Japão.

Kid Yamamoto perde mais uma no UFC

Lenda no Pride, o japonês Kid Yamamoto ainda não conseguiu render no UFC. Em ação na Califórnia, o casca-grossa acabou dominado pelo estreante Darren Uyenoyama, que chegou perto de finalizar a luta diversas vezes. Na decisão dos jurados, vitória para Darren. Nas lutas seguintes, vitórias empolgantes de DaMarques Johnson e Ricardo Lamas: o primeiro nocauteou Clay Harvinson, enquanto o outro finalizou Cub Swanson em bela reviravolta, com um kata-gatame.

Polêmicas marcam as primeiras lutas da noite

O UFC on FOX começou com polêmica na Califórnia. Na primeira luta da noite, um dos jurados quase roubou a vitória de Aaron Rosa, anotando um incrível empate. Para sorte de Aaron, melhor nos 15 minutos, os outros dois juízes viram vitória por pontos. Duas lutas depois, mais polêmica: Robert Peralta venceu por nocaute técnico, mas o que derrubou seu oponente foi uma cabeçada involuntária. Bruce Buffer anunciou a vitória, mas é possível que a Comissão Atlética anule o resultado nos próximos dias.

RESULTADOS COMPLETOS:

UFC on FOX

Califórnia, Estados Unidos

Sábado, 12 de novembro de 2011

Card principal (TV Globo):

- Cain Velasquez enfrentará Junior Cigano;

Card preliminar (canal Combate):

- Ben Henderson derrotou Clay Guida na decisão unânime dos juízes;

- Dustin Poirier finalizou Pablo Garza com um triângulo de mão a 1min32s do 2R;

- Ricardo Lamas finalizou Cub Swanson com um kata-gatame a 2min16s do 2R;

- DaMarques Johnson nocauteou Clay Harvison a 1min34s do 1R;

- Darren Uyenoyama derrotou Kid Yamamoto na decisão unânime dos juízes;

- Robert Peralta derrotou Mackens Semerzier por nocaute técnico a 1min54s do 3R ;

- Alex Caceres derrotou Cole Escovedo na decisão unânime dos juízes;

- Mike Pierce derrotou Paul Bradley na decisão dividida dos juízes;

- Aaron Rosa derrotou Matt Lucas na decisão majoritária dos juízes.

Por Guilherme Cruz, via TATAME

[social_share/]




Não há comentários

Adicione o seu