Alergia ao leite x Intolerância à lactose

Alergia ao leite x Intolerância à lactose

Um simples copo de leite, um pote de iogurte ou até um pedaço de queijo pode fazer mal para quem tem intolerância à lactose. Ela é uma doença caracterizada pela produção insuficiente ou nula de lactase, que é a enzima que quebra a lactose dos alimentos derivados do leite no nosso organismo. Ela tem a função de transformar a lactose em glicose e galactose, que são açúcares menos complexos, para serem absorvidos. Quando não há enzima suficiente para fazer esse processo, a lactose chega intacta ao intestino, produzindo desconfortos, cólicas abdominais, náuseas, distensão abdominal, entre outros sintomas.

Com o avanço da idade a tendência é diminuir a produção da lactase e ela é mais evidenciada em algumas raças, como a negra (até 80% dos adultos) e asiáticos. Mas já existem crianças com esse problema. O tratamento da intolerância baseia-se na exclusão dos produtos lácteos ou então com a ingestão de cápsula de lactase existente no mercado. A pessoa ingere a enzima e pode consumir os produtos lácteos. Mas há quem passe mal mesmo tomando essa enzima. Sem contar que existe uma série de produtos sem lactose ou com baixo teor dela.

Mas cuidado: há quem confunda intolerância à lactose com alergia ao leite. A intolerância ocorre como já foi falado acima e a alergia ao leite de vaca é uma reação alérgica às proteínas presentes no leite de vaca (principalmente a caseína) ou em seus derivados. Isso ocorre porque assim que o bebê nasce seu intestino ainda está imaturo e a ingestão dessas proteínas podem iniciar um processo de inflamação no aparelho digestivo.  Essas proteínas podem ser passadas para ele através do leite da própria mãe que ingere leite de vaca ou pela ingestão direta do leite antecipadamente.  Por isso a restrição de dar leite de vaca para bebês, principalmente antes dos seis meses de vida.

O leite materno é o alimento essencial para que ele cresça forte e saudável. Caso notar que o bebê têm alergia ao leite de vaca mesmo ingerindo apenas o leite materno, não deve-se tirar o aleitamento dele e sim instruir a mãe a não tomar o leite de vaca até que seu filho pare de amamentar.




Não há comentários

Adicione o seu