Cuidados para uma gravidez tranquila e saudável

Cuidados para uma gravidez tranquila e saudável

E existe coisa mais linda do que ser mãe? E gravidez é coisa séria! Durante os nove meses em que o novo ser está em formação, é possível interferir e aprimorar sua qualidade vital e orgânica, orientando a mãe de todas as condições para gerar uma criança saudável, tanto física quanto emocionalmente. Sabemos que tudo que o ser humano ingere é responsável pela formação de sua essência biológica. Assim, nossa saúde depende basicamente da qualidade da alimentação.

Separei alguns itens essenciais para uma gravidez mais sadia.

1. Fazer mais refeições, comendo quantidades pequenas de cada vez.

2. Para evitar o enjoo matinal dos primeiros meses, mastigue um pedaço de pão integral seco ou coma um pedaço de maçã pela manhã, ao levantar.

3. Coma devagar, mastigando lentamente. Nunca se alimente às pressas e muito menos em excesso.

4. O aumento de peso da gestante não deve passar de 1 quilo por mês. Se você engordar mais que isso, diminua minimamente carboidratos e gorduras.

5. Evite a ingestão de laxantes. Se a dieta de cereais integrais, frutas e verduras não é o suficiente pra estimular o intestino, experimente uma destas alternativas: no café da manhã, tome 1 colher (de sopa) de farelo de trigo diluída em leite ou suco de frutas. Ou deixe de molho de um dia pro outro 1 colher (de sopa) de semente de linhaça em um copo de água, coma-as de manhã misturadas com 1 colher (de sopa) de mel ou então coma algumas ameixas secas deixadas de molho durante a noite.

6. Após o quarto mês, não se esqueça de tomar cálcio, ferro e outros suplementos que são habitualmente prescritos pelos médicos. Peça orientação para seu médico.

7. Para evitar anemia, comum nos últimos meses de gravidez, tome sucos verdes (misturas de agrião, espinafre, salsa, escarola, couve folha) misturado com pepino ou cenoura ou erva-doce ou beterraba.

8. Em casos de edemas (inchaços), é necessário diminuir o sal e comer hortaliças diuréticas como salsão, chuchu e erva-doce, ou comer arroz integral cozido sem sal, duas vezes ou mais por dia.

9. Não tomar chás sem antes perguntar ao médico quais os que podem ser usados. Existem muitos chás que são abortivos.

10. Não tome nenhum remédio sem consultar o seu médico, vários medicamentos têm efeitos prejudiciais graves para a criança, como retardo mental e malformações, entre outras alterações.

11. Deve-se evitar ao máximo o fumo e bebidas alcoólicas. Isso pode trazer sérios danos ao bebê.

E lembre-se: o parto normal é sempre a melhor escolha, pois pelo meio natural o bebê tem mais contato com os anticorpos através da mãe. Estudos já demonstraram que bebês de parto normal, tem uma vida mais saudável e são menos propensos à obesidade entre outros problemas em relação a bebês que nasceram por cesárea. Pense nisso!




Não há comentários

Adicione o seu