Jejum não emagrece! Desconstruindo Mitos

Jejum não emagrece! Desconstruindo Mitos

Dentro da nutrição existem alguns mitos que precisam ser desconstruídos, pois as pessoas seguem fielmente naquilo que acreditam e nem sabem o quão aquilo pode fazer mal. Então vamos lá desconstruir um deles…

Jejum não emagrece! Desconstruindo Mitos- Ficar em jejum ou sem comer não emagrece! Isso mesmo. Nosso corpo tende a economizar energia quando ficamos mais de três horas sem comer pra prevenir a falta, fazendo com que assim, não haja gasto calórico. Além do mais, quando há uma baixa circulação de glicose no sangue, há um aumento de cortisol – que é um hormônio produzido pelas glândulas supra-renais e está ligado diretamente à respostas do estresse, essencial pro organismo, o problema é quando ele fica em excesso. Como o nosso corpo entende o jejum como um estresse biológico muito grande, o nível de cortisol aumenta, fazendo com que as glândulas supra-renais trabalhem mais e provoquem retenção de líquido e acúmulo de gordura. Além de tudo, o excesso dele, faz com que ative um sistema no cérebro que aumenta o apetite. Por isso, aquelas dietas ‘loucas’, que fazem a pessoa ficar horas sem comer, não adianta. Outro motivo é que se um indivíduo fica muito tempo sem se alimentar, na hora que ele for comer, a fome vai estar tão grande que vai acabar comendo mais do que devia, sobrecarregado o organismo.

Nosso corpo precisa sim ser ‘reabastecido’ e de 3 em 3 horas. Totalizando um número de 5 a 6 refeições por dia (café da manhã, lanche da manhã, almoço, lanche de tarde, jantar e ceia). Lembrando que é fundamental realmente jantar, aquele ‘café da noite’ não o substitui. E claro, jantar cedo, para não atrapalhar o sono. 




Não há comentários

Adicione o seu