A relação entre má qualidade do sono e doenças

A relação entre má qualidade do sono e doenças

A relação entre má qualidade do sono e doençasUm importante estudo comprovou a teoria de que as pessoas devem dormir sete ou oito horas de sono. O motivo é simples: para que seu organismo funcione bem, não dormir o suficiente pode comprometer sua saúde e pode até mesmo reduzir a expectativa de vida.

Em todas as fases, ou seja, da infância à velhice, o sono tem relação direta com a saúde física e pode também influenciar negativamente a memória, aprendizado, produtividade, criatividade e estabilidade emocional.

De acordo com especialistas do sono da Faculdade de Medicina da Universidade de Pittsburgh e do Western Psychiatric Institute and Clinic, o sono inadequado piora sistemas corporais, afetando coração, rins, pulmões, metabolismo e controle de peso, apetite, humor, função imunológica, resistência a doenças, tempo de reação, sensibilidade à dor e função cerebral.

Noites mal dormidas trazem riscos para depressão e excesso de consumo de substâncias, principalmente quando se trata de pessoas que apresentam algum transtorno pós-traumático (TEPT). Nesse caso, quem tem esse problema tende a reviver o trauma ao tentar dormir, deixando o cérebro em estado de vigilância elevado.

Além disso, foi constatado que:

  • Há uma maior vulnerabilidade em idosos;
  • Falta de sono contribui com aumento de peso;
  • Falta de sono eleva risco de surgimento de câncer;
  • Quem dorme menos tem mais chances de ficar resfriado.

Por tudo isso, é importante informar ao médico quanto tempo você costuma dormir por noite e como é a qualidade do sono. Essas informações são fundamentais para sua saúde, da mesma forma que pressão sanguínea e nível de colesterol, por exemplo.

Boas noites de sono e ótima saúde!

Fonte: Colchões Juliano




Não há comentários

Adicione o seu