Semente de chia!

Semente de chia, mais uma aliada para quem precisa emagrecer

Mais uma aliada para entrar na medida certa, a semente de chia é mais uma forte auxiliar no emagrecimento com saúde, é rica em cálcio, fibras, ferro, ômega-3 e outros nutrientes.

O consumo da semente gera saciedade auxiliando assim no emagrecimento de forma saudável.

É muito bom contar com ajuda de produtos naturais como óleo de coco e semente de chia para ajudar no combate ao excesso de peso.

Vale apena consumir semente de chia, os resultados são muito bons e a saúde agradece.

Os alimentos têm grande influência no desempenho do nosso organismo. Por isso é importante manter uma alimentação balanceada e rica em nutrientes. A queridinha da vez é a semente de chia, encontrada no sul do México. Entre tantos benefícios, ela é capaz de auxiliar na perda de peso, na prevenção da diabetes e doenças cardiovasculares.

Segundo a nutricionista Thais Souza, da Rede Mundo Verde,  essa semente era muito utilizada pelos astecas, mexicanos e habitantes do Sul da Califórnia e do Arizona como suplemento alimentar para aumentar a resistência, a energia e a força necessária sob condições extremas como o calor intenso, a escassez de água e alimentos. 

Fibra

“A semente de chia apresenta alto teor de fibras, nutriente essencial para o bom funcionamento do organismo. As fibras apresentam a capacidade de promover saciedade, pois em contato com líquido no interior do estômago formam uma espécie de “gel” que dilata o estômago”, conta a nutricionista. 

Estudos apontam que o consumo da chia pode auxiliar na perda de peso, pois auxilia na redução do apetite. Além disso, a formação desse “gel” aumenta o volume do bolo fecal, facilitando a eliminação das fezes e melhorando o funcionamento do intestino. O “gel” formado pela fibra em contato com líquido auxilia ainda no tratamento e prevenção de doenças como diabetes e doenças cardiovasculares. Parte da glicose e gordura em excesso permanece retida na fibra, sendo eliminados através das fezes.

Proteína

“Outra característica é que a semente apresenta maior teor de proteína quando comparada a outros cereais como o milho, o arroz, a aveia, a cevada e o trigo. Por isso, o consumo da chia pode beneficiar vegetarianos, pois complementa o fornecimento deste nutriente na dieta”, afirma. 

A chia pode ser utilizada na alimentação de crianças, adolescentes e gestantes, por ter nutrientes essenciais para o crescimento e desenvolvimento. Praticantes de atividades físicas também podem se beneficiar do consumo desta semente, já que estes indivíduos necessitam de maior aporte proteico quando comparados a indivíduos sedentários.

Vitamina e Minerais

Chia é uma boa fonte de vitaminas do complexo B, de minerais como: cálcio, fósforo, magnésio, potássio, ferro, zinco e cobre. “Por ser boa fonte de cálcio é uma excelente opção para aqueles que apresentam osteopenia e osteoporose. Para crianças e gestantes, o cálcio é importante para a formação da massa óssea”, explica Thais.

Antioxidantes

Os radicais livres são produzidos diariamente em nosso organismo, durante a respiração, digestão dos alimentos, exposição à poluição, dentre outros. Os radicais livres podem danificar as células levando desde envelhecimento precoce até doenças como câncer. Os antioxidantes são capazes de bloquear o efeito prejudicial dos radicais livres. A maioria dos antioxidantes é encontrada em alimentos de origem vegetal, como frutas, verduras, legumes e cereais integrais. Importantes antioxidantes encontrados nas sementes de chia são o ácido cafeico e ácido clorogênico. Estudos indicam que o consumo de altos níveis de alimentos e bebidas ricos em compostos antioxidantes pode proteger contra doenças cardiovasculares e alguns tipos de câncer.




Não há comentários

Adicione o seu