Megaupload foi fechado por conta de seu novo serviço de distribuição digital, o Megabox?

Megaupload foi fechado por conta de seu novo serviço de distribuição digital, o Megabox?

Na última quinta-feira o Departamento de Justiça dos EUA fechou o cerco contra o Megaupload e seu mega fundador, Kim Dotcom. Desde então, tem havido uma reviravolta na área de armazenamento digital. Vários sites menores mudaram drasticamente seus modelos de negócios. Outros, como o MediaFire, estão tentando se distanciar cada vez mais da imagem deixada pelo Megaupload com o objetivo de manter seu serviço “vivo”. 

A pirataria foi o principal motivo do fechamento do Megaupload?

No entanto, ontem, uma nova teoria surgiu que indica que o fechamento do Megaupload tinha menos a ver com pirataria do que se pensava. Esta teoria resulta de um artigo de 2011 detalhando que Megabox e DIY seriam os novos serviços oferecidos pelo Megaupload. Uma loja digital de música e um novo serviço de distribuição de artista. 

Megaupload - Megabox em parceria com grandes empresas do mundo digital.

Estes serviços se fossem oficialmente lançados trariam graves consequências para a indústria da música.

O TorrentFreak relatada pela primeira vez sobre o serviço no início de dezembro de 2011. Megabox estava apenas em fase beta na época com parceiros listados da 7digital, Gracenote, Rovi, e Amazon. O Megaupload estava em uma batalha de marketing quente com a RIAA e MPAA que apresentaram Kim Dotcom em um filme anti-pirataria (5:10 mark). O site tinha acabado de processar a Universal Music Group por bloquear injustamente uma recente campanha do Megaupload divulgada no YouTube.

As coisas estavam ficando difíceis em dezembro, mas o lançamento do serviço Megabox pode ter sido a gota d’água  para do milionário Kim dotcom.

Megaupload e sua nova ferramenta, o Megabox

O Megabox iria atender a artistas não contratados. As criações destes artistas seriam de distribuição exclusiva da loja, e não seria permitido nenhuma campanha, venda ou divulgação ao mesmo tempo, isso possibilitaria ao artista receber até 90% do valor de cada criação vendida. Ou os artistas poderiam fazer uma “doação” de suas canções e seriam pagos por meio de um serviço chamado Megakey. “Sim é isso mesmo, vamos pagar os artistas, mesmo para downloads gratuitos. O modelo de negócios Megakey foi testado com mais de um milhão de usuários e funciona”, disse Kim Dotcom ao TorrentFreak, em dezembro. O Megabox estava planejando ignorar as etiquetas RIAA e de criação de música.

Megaupload foi fechado por conta de seu novo serviço de distribuição digital, o Megabox?

Realmente o Megaupload era grande o suficiente para encontrar o sucesso. Outros serviços tentaram criar algo como o Megabox, mas somente o Megaupload foi sólido o suficiente para tornar esse projeto realidade. Antes de seu fechamento na semana passada, o site foi relacionado como o 13º site mais visitado na internet, responsável por 4% de todo o tráfego da Internet no mundo inteiro. Mais de 180 milhões de usuários registrados com mais de 50 milhões de visitas diárias. O Megaupload já era um serviço aparentemente confiável para os artistas distribuírem seu trabalho. O Megabox teria uma popularidade gigantesca e a maior parte do lucros gerados seriam repassados para os artistas participantes.

“Você pode esperar vários anúncios do Megabox no próximo ano, incluindo acordos de exclusividade com os artistas que estão insatisfeitos e querem abandonar esses modelos de negócio que estão ultrapassados”, disse Dotcom no ano passado. Mas isso provavelmente não vai acontecer. Kim Dotcom e vários outros executivos do Megaupload estão agora aguardando julgamento por acusações diversas, incluindo extorsão, lavagem de dinheiro e várias acusações de pirataria. Parece que Kim voou muito perto do sol. De um mundo distante (Nova Zelândia e Hong Kong) eles tentaram bater de frente com a gigantesca e poderosa indústria da música. Por conta disso eles estão na cadeia.




Não há comentários

Adicione o seu