Medicina Milagrosa

Os 10 Maiores Avanços na Medicina

Desde o desenvolvimento de vacinas até a criação de membros artificiais, esta lista mostra alguns dos maiores avanços na medicina. Confira:

10. Vacinação

Vacinação

Vacinação

Os experimentos de Edward Jenner decorreram no início do século 19, consistia em injetar nos envolvidos (várias crianças, incluindo o seu próprio filho) pus de vacas que sofriam de varíola bovina. As pessoas na época ficaram horrorizadas. No entanto, durante a primeira metade do século 19, tornou-se aceito que o método de Jenner fornecia proteção contra uma das doenças mais mortais da época.

Leia Também:

☞ Maiores Teorias da Conspiração

☞ Armas de Fogo mais Populares

☞ Cenas de Filmes Assustadoramente Perturbadoras

☞ Melhores Alimentos para a Saúde do Cérebro

10 Selfies Tiradas Momentos antes da Morte

Edward Jenner não foi o primeiro a tentar a inoculação. Há evidências de experimentos similares que foram realizados na Índia e China séculos antes.


9. Teoria do germe

Teoria do germe

Teoria do germe

Durante meados do século XIX, Louis Pasteur e outros, realizaram experimentos que demonstraram a existência de organismos patogênicos muito pequenos, incapazes de serem vistos a olho nu. Hospitais começaram então a enfatizar a necessidade das enfermeiras manterem as mãos sempre limpas. Logo depois Joseph Lister introduziu o uso de antissépticos na cirurgia, esterilizações de equipamentos cirúrgicos e de laboratório se tornariam norma.


8. Anestesia

Anestesia

Anestesia

A melhora na limpeza resultou na redução da quantidade de pacientes mortos devido a infecções, porém ainda não havia uma solução para a dor. Na Inglaterra, até a metade do século 19, as combinações de ervas, álcool, ópio e entorpecentes foram utilizados para aliviar a dor, mas estas substâncias, na maioria das vezes, ou eram muito fracas ou levavam o paciente a óbito por conta de uma overdose. Os gases anestésicos mais bem sucedidos incluíam óxido nitroso (gás hilariante), éter e clorofórmio.


7. Membros artificiais

Membros artificiais

Membros artificiais

As referências a membros artificiais têm surgido desde os tempos da Grécia Antiga, e a evidência arqueológica mais antiga que sem tem notícia é um dedo do pé artificial bastante horrível do Antigo Egito. Perna de pau e gancho em forma de mãos era uma visão comum nos séculos seguintes.

Com a melhora no alívio da dor em cirurgias de amputação, os cirurgiões tinham melhores condições de preparar ‘tocos’ para os membros artificiais. Nas 1ª e 2ª Guerras Mundiais viu-se uma explosão no número de amputações, e depois de 1945 um grande empenho foi colocado em cima de pesquisas científicas e no desenvolvimento de próteses.


6. Pulmão artificial

Pulmão artificial

Pulmão artificial

Utilizado pela primeira vez em 1927, estas câmaras herméticas se tornaram vitais para ajudar vítimas da poliomielite a respirarem artificialmente. Usando a pressão de ar negativa para expandir o tórax, os pulmões do doente inflavam automaticamente e depois esvaziavam. Muitas vítimas se recuperaram rapidamente, mas algumas ficaram presas nessas caixas pelo resto de suas vidas.


5. Descoberta da penicilina

Descoberta da penicilina

Descoberta da penicilina

Em 1928, o famoso Alexander Fleming descobriu que esporos de mofo, que haviam acidentalmente pousado em um recipiente que continha a cultura de Staphylococcus, tinham inibido o crescimento das bactérias. Outras experiências mostraram a Fleming que este mofo (penicilina) poderia matar uma série de bactérias causadoras de doenças. Em 1945, uma equipe de cientistas de Oxford desenvolveu um método de produção em massa e permitiu que a nova droga começasse a ser utilizada para tratar feridas infectadas, sífilis, epidemias e pneumonia. Por conta disso, Fleming, Chain e Heatley receberam o Prêmio Nobel de Medicina.


4. Transfusão e doação de sangue

Transfusão e doação de sangue

Transfusão e doação de sangue

O Método de transfusão foi desenvolvido na Segunda Guerra Mundial, e ajudou a salvar muitas vidas. Depois a prática foi estendida para a população civil e, como resultado, a necessidade de estoques de sangue começou a crescer.


3. Mortes causadas pelo cigarro

Mortes causadas pelo cigarro

Mortes causadas pelo cigarro

Em 1957, o Conselho de Pesquisa Médica fez sua primeira declaração afirmando que o cigarro é um dos principais causadores do câncer de pulmão. Isso gerou um conflito de interesses imediato entre órgãos de saúde, empresas e governo.


2. Cirurgia do coração

Cirurgia do coração

Cirurgia do coração

A necessidade de remover estilhaços de corações de vítimas da Segunda Guerra Mundial ajudou a impulsionar o desenvolvimento da cirurgia do coração. Os dois problemas principais eram evitar que os pacientes sangrassem até a morte, e fornecer aos cirurgiões tempo suficiente para realizar operações delicadas. O desenvolvimento de técnicas de arrefecimento hipotérmico ajudou a diminuir consideravelmente a frequência cardíaca dos pacientes, dando aos cirurgiões mais tempo para trabalhar. No entanto, isto ainda não dava tempo suficiente para realizar operações mais complicadas.

Em 1958, a máquina de circulação cardiopulmonar foi capaz de assumir a função do coração, fornecendo aos cirurgiões muito mais tempo e aos pacientes todo o oxigênio de que precisavam. O desenvolvimento posterior de uma injeção que parava o coração ajudou ainda mais.


1. Operações de olho

Operações de olho

Operações de olho

Estas operações complexas permitem restaurar a visão de pacientes com a ajuda dos órgãos de pessoas que já foram incapacitadas por condições congênitas, acidente ou doença.




Não há comentários

Adicione o seu