Série TOP 10 #26 – Pervertidos famosos

Pervertidos famosos – Série TOP 10 #26

Perversão sexual ou parafilia é geralmente definida como um comportamento aberrante de natureza sexual. Os pervertidos normalmente são definidos como pessoas que participam de comportamentos sexuais desviantes incluindo estupro, sodomia, incesto, sadomasoquismo, e independentemente da maneira como são chamados (pervertidos, estupradores, pedófilos, ou predadores sexuais), todos os pervertidos praticam alguma forma de atividade sexual socialmente não aceita.

10. Jeffrey Lionel Dahmer

Jeffrey Lionel Dahmer

Nascido do relacionamento de Joyce Annette Flint e Herbert Lionel Dahmer em Milwaukee em 21 de maio de 1960, Jeffrey Dahmer Lionel foi um estuprador em série de homens e tinha uma forte atração por cadáveres. Ele esquartejava e canibalizava suas vítimas. Já aos 18 anos, Dahmer apanhava jovens para praticar sexo e depois os matava para evitar que escapassem. Ele escolhia a maioria de suas vítimas em bares gays. Acabou sendo pego depois que uma vítima de 14 anos conseguiu escapar do apartamento. Dahmer foi condenado por 15 assassinatos e enviado para a prisão onde ele foi assassinado, em 1994.

9. Richard Allen Davis

Richard Allen Davis

Nascido em San Francisco em 1954, filho de pais alcoólicos, Richard Allen Davis foi condenado pelo crime de assassinato em primeiro grau. Quando criança torturou cães abandonados usando uma faca que ele costumava carregar frequentemente. Fora da escola, Davis levou uma vida de crime ao longo de sua vida adulta. Seus crimes como predador sexual incluíam, desde sequestro até atos obscenos. Apesar de ter confessado o crime, a Suprema Corte da Califórnia manteve a condenação. Ele está atualmente na prisão de San Quentin, no estado da Califórnia, onde aguarda ansioso por sua vez no corredor da morte.

8. Ted Bundy

Ted Bundy

Nascido em novembro de 1946, Theodore Robert Bundy cresceu em Wyoming. Embora ele repetidamente tenha negado ter cometido estupros, sequestros ou assassinatos, Bundy, em um dos julgamentos, confessou ser o autor de 30 homicídios ocorridos entre os anos de 1974 e 1978. Simpático e de boa aparência, Bundy achava fácil seduzir os jovens e convence-los a acompanha-lo. Revisitando os cadáveres em datas posteriores, ele realizou pervertidos atos sexuais com os corpos, apesar de suas condições de decomposição. Decapitou várias de suas vítimas, e costumava manter a cabeça delas em seu apartamento como troféus. Bundy foi executado em janeiro de 1989.

7. Ed Kemper

Ed Kemper

Nascido do relacionamento de Clarnell Strandberg e E. Edmund Kemper, em dezembro de 1948, o estuprador e assassino Ed Kemper também é conhecido como o “assassino do Co-Ed.” Começou sua vida de perversão quando criança, época em que brincava com bonecas de sua irmã, praticando rituais pervertidos com elas. Com 15 anos de idade assassinou seus avós, ficou internado em um hospital do estado por um tempo. Durante os anos de 1972 e 1973, ele começou uma matança de jovens estudantes do sexo feminino. Ele as matava e, em seguida, realizava atos sexuais com seus corpos desmembrados e sem cabeças. Foi condenado e sentenciado à prisão perpétua com possibilidade de liberdade condicional.

6. Albert DeSalvo

Albert DeSalvo

Albert DeSalvo nasceu em Setembro de 1931, em Chelsea, é filho de Charlotte e Frank DeSalvo. Amplamente conhecido como o “Estrangulador de Boston”, DeSalvo confessou os estupros e assassinatos de mais de uma dúzia de mulheres que vivem na área de Boston. Suas vítimas variavam entre as idades de 19 e 85 anos. Todas elas foram vítimas de violência sexual antes de serem estranguladas por DeSalvo, que usava os próprios artigos de vestuário das mulheres como instrumento de execução. Um pedido alegando insanidade foi feito pela defesa, porém foi rejeitado pelo tribunal. Em 1967, DeSalvo recebeu uma sentença de prisão perpétua, escapou temporariamente, foi capturado e colocado de volta na prisão. DeSalvo foi encontrado morto na enfermaria da prisão em 1973.

 5. John Wayne Gacy

John Wayne Gacy

Um homem afável que poderia ser encantador e sociável, John Wayne Gacy nasceu em 17 de março de 1942, em Chicago, Illinois, filho de John Wayne Gacy e Elaine Marion Robinson. Era um empresário com propensão para violentamente estuprar e torturar jovens na adolescência. Pelo menos uma de suas vítimas iniciais sobreviveu para contar que ela tinha sido drogada (com clorofórmio) e levada para um quarto, onde ao acordar logo se deparou com um estranho que segurava, na frente dela, uma porção de vibradores. Vinte e oito corpos foram encontrados debaixo do assoalho da casa de Gacy, e mais corpos foram encontrados no rio. Gacy morreu de injeção letal em 1994.

4. Carlton Gary

Carlton Gary

Gary Carlton nasceu em dezembro de 1952 em Columbus, Georgia. Abandonado por seu pai, ele foi criado na pobreza durante um tempo por sua mãe, bem como suas tias, as quais trabalhavam como governantas para mulheres mais velhas e ricas. Com 16 anos de idade, sua mãe o abandonou, a partir daí iniciou sua vida de crimes. Gary começou a invadir as casas dos ricos, das mulheres mais velhas. Ele violentamente as estuprava e estrangulava até a morte. Acabou sendo condenado à morte em 1986.

3. Gary Heidnik

Gary Heidnik

Gary Michael Heidnik nasceu em novembro de 1943. Um comportamento estranho era claramente enraizado neste homem, que colava dinheiro nas paredes de sua casa. Ele queria uma família grande, e elaborou um plano para sequestrar, estuprar e engravidar 10 mulheres para que ele pudesse realizar seu sonho. O tratamento dado às mulheres sequestradas era cruel. Ele acorrentava as vítimas no subsolo, e as torturava de forma intermitente entre os estupros. Ele alimentava as mulheres com alimentos para cães, e até mesmo restos de uma das mulheres que ele tinha matado. Heidnik foi executado em julho de 1999 em Pittsburgh, Pensilvânia.

2. Carl Panzram

Carl Panzram

Confesso sodomizer de mais de mil homens, Carl Panzram nasceu em junho de 1891. Quando adolescente levou uma vida de crime, entrando no alcoolismo, roubo e furtos. As várias entradas e saídas da prisão pioraram suas atividades criminosas, ele começou a estuprar os homens que roubava. Apesar de seu tamanho e força física lhe permitir dominar muitos homens, ele não abria mão do uso de uma arma. Começou a matar algumas de suas vítimas, em 1920, além de iniciar a prática de incêndios criminosos. Seus estupros incluíam também meninos. Panzram foi enforcado em 1930.

1. Albert Fish

Albert Fish

Nascido do relacionamento de Ellen e Pesca Randall em 1870, em Washington, Albert Fish foi um serial killer que gostava de estuprar e canibalizar as mulheres. Seus apelidos incluem “bicho papão” e “Lobisomem de Wisteria.” Passou muito de seu tempo em um orfanato devido ao fato de que sua família sofrer com doenças mentais. Nesta época, ele desenvolveu uma amizade na qual foi introduzido à atividade pervertida de comer fezes e beber urina. Molestou crianças, principalmente meninos. Praticou sadomasoquismo, planejado para castrar meninos, e assassinou uma menina de oito anos de idade, a quem ele comeu posteriormente. Fish foi executado na cadeira elétrica em 1936.

A lista acima de criminosos sexuais, vindos de diversas origens e exibindo uma variedade de condutas pervertidas, fornece apenas um vislumbre do tipo de comportamento hediondo que os seres humanos podem realizar. Como você pode ver, a perversão vêm em todos os tamanhos, tipos e idades.

This list provided by ListVerse.com

Adaptação / Tradução autorizada por ListVerse.com




Não há comentários

Adicione o seu