Sony pode cortar serviços gratuitos da PSN

Sony pode cortar serviços gratuitos da PSN

[social_share/]

Sony pode cortar serviços gratuitos da PSN

Depois de Kazuo Hirai, CEO da Sony, ter anunciado uma reestruturação na companhia após consecutivas perdas nos ganhos que forçaram a demissão de 10,000 trabalhadores, alguns analistas acreditam que o futuro trará uma PSN bem diferente da atual.

Michael Pachter acredita que é improvável que a Sony siga o exemplo da Microsoft com a Xbox Live e comece a cobrar pela PSN, mas acredita que a companhia vai diminuir o que é grátis.

“Penso que é improvável que peçam uma mensalidade, mas acredito que vão reduzir a versão gratuita de multijogadores e algumas outras coisas, para encorajar as pessoas a utilizarem assinaturas mensais.”

Billy Pidgeon concorda e cita os custos de providenciar estes serviços acreditando que a Sony pode se beneficiar com o modelo “freemium”, no qual o jogador paga por itens melhores e raros, por serviços adicionais e conteúdos extras.

“O programa PlayStation Plus providencia grandes incentivos aos utilizadores, e a Sony pode ter mais lucro com publicidade, transações de itens e serviços especializados para melhorar aspetos específicos do gameplay online tais como conteúdos e regras personalizadas usadas por indivíduos ou grupos. A Sony deve também inserir rapidamente conteúdos pagos que vão além dos jogos em sua rede.”

Asif Khan por outro lado acredita que a Sony deveria ir por uma rota alternativa e não criar tantos produtos, simplificar a linha de produção para baixar custos e ajudar a encurtar as atuais “atrozes” margens de lucro da companhia.

[social_share/]

 




Não há comentários

Adicione o seu