Microsoft responde às acusações da Polytron

Microsoft responde às acusações da Polytron

[social_share/]

Microsoft responde às acusações da Polytron

A Microsoft respondeu às acusações lançadas há dias pela Polytron, produtora de FEZ (exclusivo XBLA), de que o lançamento de um patch de correção ao patch inicial custaria uma fortuna.

Como resultado desses custos, a Polytron optou por voltar ao patch original, informando que o problema do arquivo de save corrompido aconteceu com apenas 1% dos utilizadores que instalaram o update que previa uma melhoria da experiência de jogo.

A Microsoft respondeu à acusação sobre o preço abusivo do patch, alegando via Kotaku, que foi proposta uma alternativa de trabalho com o investidor de FEZ, a Trapdoor, de modo a encontrar uma solução mais razoável.

“Não escondemos o custo dos updates dos jogos, e nos dispomos a trabalhar com a Trapdoor para fazer com que isso não fosse um problema”.

A Microsoft entende a decisão da Polytron em não querer pagar pelo update. “A Polytron e o seu investidor, Trapdoor, tomaram a decisão de não trabalhar num adicional update para FEZ. A Microsoft apoiou esta decisão acreditando que a Polytron/Trapdoor estavam em melhor posição para determinar o nível de qualidade aceitável para o seu jogo”.

“Nós continuamos como grandes fãs de FEZ“, encerrou a Microsoft.

[social_share/]




Não há comentários

Adicione o seu